Eco-código EPROMAT

Se do Planeta queres cuidar, cada lixo no seu lugar
Se no mar gostas de nadar, o lixo para o chão não deves deitar
Para um futuro assegurar, do Ambiente deves cuidar
Se na floresta gostas de passear, as árvores não devemos cortar
Os animais deves mimar para a biodiversidade preservar
A água deves poupar para o planeta preservar
A energia renovável deves preferir, para o futuro te sorrir
A luz deves apagar quando o sol está a brilhar
Se a floresta queres preservar, o papelnão deves desperdiçar
Para melhor respirar apé deves anda

O lado escuro das Energias Verdes

E se o “mundo verde” que prevemos se revelar um novo pesadelo?

Carros elétricos, aerogeradores, painéis solares…

A transição energética traz a promessa de um mundo mais próspero e pacífico, finalmente livre de petróleo e poluição. Mas esta tese oficial prova ser um mito: ao libertarmo-nos dos combustíveis fósseis, estamo-nos a preparar para uma nova dependência de metais raros. E se o “mundo verde” que nos espera se revelar um novo pesadelo?

Fonte: rtp.pt

Documentário Uma Maré de Plástico – Odisseia

Geramos uns 320 milhões de toneladas de plástico por ano, e só reciclamos completamente 5 %. Uns 8 milhões de toneladas acabam nos nossos mares e oceanos, donde demorarão séculos a decompor-se. Uma parte destes micro-plásticos é ingerida pelos peixes e acaba por entrar na nossa cadeia alimentar, sendo os efeitos na nossa saúde ainda uma incógnita para os cientistas. Uma praia de Mumbai, que em tempos foi usada para lazer, está agora completamente coberta de resíduos plásticos que são trazidas do oceano pela maré. Todos os dias, chega uma nova camada de resíduos plásticos que poderiam vir de qualquer lugar do planeta, o problema não para de crescer.

Copyright Turma Redes 17 - EPROMAT